Sete mudanças em Cloud Computing para 2013

 

 

cloud-1-300x281O uso de serviços Cloud por empresas continua crescendo – embora a partir de uma base pequena – e para 2013, o analista da Forrester faz uma previsão de como o uso de plataformas e serviços Cloud por empresas vão mudar.

Assim como os gastos com serviços de nuvem e plataforma estão sempre sendo atualizados, a maneira como as empresas usam estes serviços também deve evoluir. A Forrester reuniu alguns itens de mudança esperados para o próximo ano.

As organizações vão começar dar maior atenção aos custos de Cloud Computing em 2013, afirma a Forrester.

Cloud nem sempre é a opção mais barata. É provável que seja mais barato somente se as empresas seguem o modelo correto de uso. Para ter o melhor ROI (retorno sobre investimento) dos serviços e plataformas Cloud as empresas precisam elaborar um perfil com os custos das aplicações, monitorar os recursos que usam e ajustar qualquer implementação para equilibrar o custo em relação à performance, de acordo com os analistas.
O que pode ajudar com esses cálculos são as ferramentas de monitoramento de custos com cloud como Cloudyn, CloudCruiser, Cloudability, Newvem e Rightscale, além das ferramentas de relatórios de custos, disponibilizadas por fornecedores de nuvem de grande porte.
Um bom gerenciamento de custos também deve conduzir a implementação de um negócio híbrido, seleção de serviços e as negociações de desconto, diz a Forrester. Segundo suas previsões, CFOs tendem a se interessar por essa oportunidade de redução de custos de serviços cloud em 2013.

As organizações irão perceber que é melhor construir a resiliência que eles precisam dentro dos apps baseados em Cloud do que as plataformas que eles executam.

Com esta abordagem, as organizações têm mais chance de conseguir o desempenho, disponibilidade e segurança que precisam, diz a Forrester.

A outra vantagem é não ter o custo de negociar um SLA alto de um fornecedor de Cloud quando apenas um em dez dos aplicativos desenvolvidos na plataforma exigem esse nível de garantias.

Backups de dados que já eram baratos em armazenamentos tradicionais ficarão ainda mais baratos e mais fáceis através do sistema de recuperação de desastres baseado na nuvem, em que os dados da máquina virtual são replicados para uma plataforma cloud multi-tenanted. A recuperação de dados será ainda mais rápida, segundo as previsões.
O motivo da possível redução de custos é, em partes, o serviço de recuperação de desastres será no estilopay-per-use (pague apenas o que usar), eliminando a necessidade de um investimento capital para construir um site DR secundário.

Os serviços cloud são conhecidos por hardware de baixo custo, mas em 2013 haverá um proliferação de serviços apoiados por componentes high-end, a Forrester prevê. Com o aumento da demanda para serviços específicos do mercado de Cloud, vendedores de cloud tentarem diferenciá-los. Ele prevê um aumento nos serviços de apoio de non-commodity hardware.

O analista diz que serviços apoiados por high-end, GPUs e SSDs já são uma tendência evidente.

Em 2013, a Amazon Web Services vai enfrentar uma fortificação da concorrência para o mercado de Plataforma de nuvem – o qual domina atualmente com 70% -, de acordo com Forrester.

Ela prevê desafios da Microsoft e do Google, graças ao que chama de “melhorias significativas das plataformas”. Até o final de 2013, a Forrester tambem espera que haja pelo menos três OpenStack baseados em nuvem se posicionando fortemente.

Em 2013, a ideia de que tudo está indo para a nuvem vai mudar, segundo a Forrester.

Compradores de TI vão entender os pontos fortes e fracos das infraestruturas virtuais tradicionais e ambientes de hospedagem.
As empresas vão precisar de desenvolvedores internos com experiência para trabalhar ativamente nessas diferentes plataformas e ajudar a decidir quais cargas de trabalho pertencem a qual ambiente.

Durante 2013 haverá a melhor convergência entre aplicações móveis e serviços baseados em Cloud. A Forrester prevê um crescimento na prática já popular de conectar aplicações móveis a serviços back-endbaseados na nuvem que podem responder elasticamente à demanda de clientes mobile. A prática também tem a vantagem de diminuir a carga e os riscos de segurança de ter o tráfego conectado a bancos de dados das empresas.

Glenn O’Donnel, analista da Forrester, diz: “Cloud + mobile é um clássico maior do que a soma da combinação dessas peças”.

Texto original (em inglês): http://www.zdnet.com/10-ways-cloud-computing-will-change-in-2013-7000008364/

Anúncios

One thought on “Sete mudanças em Cloud Computing para 2013

  1. Os serviços cloud são conhecidos por hardware de baixo custo, mas em 2013 haverá um proliferação de serviços apoiados por componentes high-end, a Forrester prevê. Com o aumento da demanda para serviços específicos do mercado de Cloud, vendedores de cloud tentarem diferenciá-los. Ele prevê um aumento nos serviços de apoio de non-commodity hardware.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s