Mundo Corporativo

Qualquer semelhança com a sua vida profíssional e mera coincidência

Senta ai, Túlio!

Toda empresa quer um ambiente saudável de trabalho. Por isso, e empresa precisa saber o que se passa na cabeça de seus funcionários. É há várias maneiras de fazer isso. Uma é Pesquisa de Clima, em que todos os funcionários são convidados a responder se a temperatura na empresa está fervendo ou se o relacionamento está gelado. A outra maneira e uma cerimônia chamada Avaliação Anual. Nesse dia, o funcionário senta na frente do chefe e diz tudo que está pensando a respeito de si mesmo, sobre a empresa e sobre o futuro. Mas, para que um funcionário consiga se sair bem nesse dia da Avaliação Anual, ele precisa saber dar a resposta certa. E a resposta certa muda conforme o tempo passa. Aqui vai um resumo de como funcionaram as Avaliações ao longo dos tempos. A década de 1970 ficou conhecida como a Fase do Levantamento das Expectativas. O funcionário entra na sala do chefe e o chefe falava: “Senta ai, Túlio. Algum problema?” E o Túlio respondia. “Hã?”. E o chefe falava: “Certo nenhum problema. O próximo!”. A década de 1980 foi a Fase da Valorização do Individuo. O chefe falava: “Senta ai, Túlio. Algum problema?”. E o Túlio, que já sabia a resposta, dizia: “Não chefe”. E o chefe respondia: “Como não? Tem, sim, senhor! E nos vamos tração o seu perfil psicológico para descobrir qual é”. A década de 1990 foi a Fase da Ênfase nos Resultados Coletivos. O chefe falava: “Senta aí, Túlio. Algum problema?”. E o Túlio, que já sabia a resposta, dizia: “Ah, sim, vários”. E o chefe falava. “Não tem, não senhor. Nossa última pesquisa mostrou que 97% dos funcionários estão satisfeitos com a empresa, Se você é um dos 3% que não estão, você não tem nenhum problema. Você é um problema .” E finalmente veio a década de 2000. A década do emprego difícil e dos chefes estressados que querem tudo para ontem. É a fase do Todo Cuidado e Pouco. No dia da Avaliação Anual, o funcionário entra na sala e o chefe diz. “Quem mandou você sentar, Túlio?”.    

 

Fonte: O melhor de Max Gehringer na CBN vol.1

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s